Zona Norte de São Paulo

Origem: Malucopédia, a enciclopédia insana

A Zona Norte de São Paulo também conhecida como Zona de Prostituição ao Norte de São Paulo, é exatamente o contrário da Zona Sul de São Paulo: em suas esquinas fazem ponto as bichas mais magras de São Paulo. Puro osso mesmo.

História da zona[editar]

A Zona Norte de São Paulo foi colonizada pelos miseráveis, famintos e inanes habitantes da Baitolânia, uma das 24 repúblicas da Boiolinávia. Ao contrário dos gaypônios, os baitolânios viviam numa fome de dar dó, poi só tinham para comer algumas folhas secas de muxiba que cresciam no alto das montanhas da Boiolinávia. E era tão rara que só comiam a cada quarenta dias. E nem eram cristãos.

Os baitolânios souberam de uma terra que manava leite e mel e onde poderiam se fartar de comida, bom ao sul da terra brasilis. Esperançosos, eles se mudaram para São paulo e descobriram que era tudo mentira e que a única fartura que tinha lá era de fumaça de gás carbônico. Sem muita opção os baitolânios decidiram vender o corpo em troca de comida e assim surgiu a Zona Norte.