Malucopedista

De Malucopédia
Ir para navegação Ir para pesquisar

O Malucopedista (ou malucopediano) é um ser mitológico e espiritual que simplesmente contribui para a Malucopédia. Originário do planeta B-612, o malucopedista tem o seu dom passado de geração a geração.

Em 1810, Homina Homina Homina tomou conhecimento sobre os malucopedistas e escreveu sobre eles em um livro seu.

Surgimento[editar]

Um malucopedista.

A criatura que venho a ser considerada o primeiro malucopedista pelos historiadores do século XX nasceu quando Zeus soltou um peido no meio do nada e disse: "Foda-se aí, seu porra!". O primeiro malucopedista formou uma grande colônia com mais de 8000 habitantes no meio do nada em menos de um ano, graças a uma máquina de clonagem que construiu usando as ferramentas de Zeus.

Séculos depois, Zeus esmagou com as suas próprias mãos todos os malucopedistas primitivos e tomou as invenções e os conhecimentos deles, para depois dá-los às outras criaturas suas, que deram origem aos modernos malucopedistas.

As criaturas de Zeus viviam basicamente como o homem primitivo; caçavam animais, comiam plantas, copulavam, guerreavam com as outras tribos, etc. Assim como o homem, as criaturas de Zeus levaram bastante tempo para desenvolverem o bipedalismo e a racionalidade. Mas em pouco tempo depois, já se encontravam em um avançado estágio de desenvolvimento civilizacional (algo inalcançável para nós terráqueos até agora). Procriaram-se tanto que a galáxia onde a sua população vivia ficou completamente sem espaço para os novos habitantes que estavam por vir, desde então as suas populações se viram obrigadas a deslocarem-se para outros lugares da galáxia, passando a coexistir com espécies alienígenas de planetas estranhos.

Reprodução[editar]

Os malucopedistas originais (ou primitivos) usavam a máquina de clonagem para produzir novos malucopedistas. A reprodução dos malucopedistas modernos é parecida com a dos humanos - ou seja, aquele "tchaca tchaca na butchaca" que nós vemos em vídeos pornôs.

Malucopedistas na Terra[editar]

Os malucopedistas do planeta B-12, ao chegarem ao planeta Terra, depararam-se com criaturas parecidas com macacos denominadas terráqueos. Após um tempo de convivência com esses seres, os alienígenas então decidiram fazer uma série de experiências com o riso, e os seres humanos foram a cobaia escolhida.

Como a tecnologia dos habitantes de B-12 era muito avançada para os terráqueos, eles deixaram a Malucopédia gravada em pedra, como desenhos toscos que os primitivos humanos poderiam entender e rir.

Atualmente[editar]

Atualmente, o número de malucopedistas é muito pequeno. Os malucopedistas estão à beira de extinção; todos eles estão reunidos na nossa Malucopédia.

Ver também[editar]