Dia Mundial do Orgasmo

Origem: Malucopédia, a enciclopédia insana

O Dia Mundial do Orgasmo comemorado globalmente no dia 31 de julho, é um feriado originário da Inglaterra e criado por sex shops inglesas para aumentar seu lucro, porém também é um nobre feriado de consciência social.

80% das mulheres inglesas e 50% das mulheres no mundo inteiro não sabem o que é um orgasmo e nunca tiveram um porque, como diria o sábio filósofo e comediante Carlinhos da Silva, elas NÂO SABEM se tocar.

No caso das mulheres inglesas, elas acham o ato de tocar uma siririca algo repugnante e chocante, e evitam tal prática (ao contrário dos homens ingleses, que são os campeões mundiais de punheta).

No entanto, também é culpa do homem as mulheres não terem orgasmos, pois 99,9999% deles resistem desesperadamente às posições de cavalgada e montaria, acreditando que homem de verdade tem sempre que ficar em cima.

Tal atitude machista faz com que suas mulheres jamais cheguem ao ponto de gozar. E isto termina por levar a chifres e divórcios em todo o mundo (principalmente na terra da rainha).

Tendo em mente tal necessidade feminina, foi criado este feriado para conscientizar as pessoas que um sexo a dois bem feito pode melhorar o casamento e evitar brigas judiciais por partilhas de bens.

Portanto, no dia 31 de julho goze com qualidade e tenha um feliz Dia Mundial do Orgasmo.

Este artigo é um esboço... e é muito pequeno!
Por favor, expanda esta porra de artigo ou morra e encha-o de glória