Crossover

Origem: Malucopédia, a enciclopédia insana
Ir para: navegação, pesquisa
Wikisplode.gif
Para os idiotas entre nós que escolhem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Crossover.

Crossover ou cro$$over é o nome dado a encontros (im)possíveis e altamente lucrativos entre personagens ficcionais de obras diferentes, mídias diferentes e até de empresas diferentes.

História dos Crossovers[editar]

Um crossover que certamente merece ser lembrado[nota 1]

Por mais absurdo, inconcebível e incrível que possa parecer, o crossover não foi inventado na terra do Tio Sam. O inventor do crossover foi, pasmem, um brasileiro: o escritor Monteiro Lobato, que fez os personagens do Sítio do Picapau Amarelo terem crossovers com personagens de outras obras literárias (Todas de domínio público, e portanto sem nenhum problema legal para Lobato e com total garantia de lucro para o mesmo. Esse Lobato aprendeu bem com a Disney.) como Peter Pan, Robin Hood, Hércules e outros personagens insossos de histórias infantis.[nota 2]

Embora os crossovers sejam mais conhecidos e mais vorazmente consumidos por fãs de quadrinhos, o primeiro crossover famoso ocorreu na televisão nos anos 60: foi o encontro de Batman (o gorducho Adam West) e Robin (o afeminado Burt Ward) com o Besouro Verde (um ator obscuro que nem a Wikipédia sabe o nome) e seu ajudante Kato (ninguém menos que o mestre Bruce Lee) num episódio do Besouro Verde que jamais foi ao ar fora dos EUA por ser uma blasfêmia à memória do mestre: neste episódio Bruce Lee foi forçado pelos produtores do programa a PERDER uma luta para o Robin, uma humilhação que ele não deixou barato, dando uma surra no Robin.

Crossovers na TV[editar]

Depois do crossover camp entre Batman e Besouro Verde, Scooby-Doo ganhou uma infame série de desenhos (The New Scooby-Doo Movies), um desenho animado com uma torturante hora de duração onde Scooby fez crossovers com várias figuras da TV e do cinema para alavancar sua baixa audiência. Vários "convidados especiais" destruiram suas carreiras aparecendo no show do Scooby-Doo: O Gordo e o Magro, Os Três Patetas, Harlem Globetrotters, A Família Addams, Cher, Josie e as Gatinhas, entre outras celebridades americanas de Hollywood desconhecidas em países do terceiro mundo.

Crossovers também são um recurso apelativo usado em séries de televisão com baixa audiência. Personagens de séries de sucesso aparecem em séries de menor sucesso da mesma emissora de TV para assim alavancar a audiência daquela série que é um fracasso. Ou simplesmente um personagem de uma série cancelada ressurge dos mortos fazendo uma ponta em outra série, o que não deixa de ser um crossover.

Mas a alegria dos nerds são os crossovers em desenhos animados. O campeão dessas tosqueiras é a Hanna-Barbera, que fez crossovers de todos os seus desenhos (Corrida Maluca nada mais é que um puta crossover de vários personagens da empresa).

Crossovers no cinema[editar]

Para felicidade geral dos nerds, houve poucos crossovers no cinema: Freddy vs Jason, Alien vs Predador, King Kong vs Godzilla, e alguns filmes de terror dos anos 40 que felizmente caíram no esquecimento.

Crossovers nos quadrinhos[editar]

São tantos que ficaria maçante listar todos, principalmente os da Marvel e DC.

Crossovers que merecem cair no esquecimento[editar]

Dezenas de crossovers merecem ficar no limbo e não ser conhecidos pela humanidade, mas a Malucopédia é uma enciclopédia e como tal temos o dever cívico de ser sádicos o suficiente para libertar tais horrores sobre o mundo.

  • Saban's Tartarugas Ninjas e Power Rangers no Espaço: Certamente o pior episódio de toda a franquia dos Power Rangers (que por si só já é uma aberração) foi aquele em que os Power Rangers no Espaço encontraram a versão infantilóide criada pela Saban das Tartarugas Ninjas, que tinha (pasmem) uma quinta tartaruga fêmea.
  • Marvel vs DC (ou DC vs Marvel): Esse é o crossover que todos os fãs de quadrinhos querem esquecer, um caça-níqueis sem roteiro e com muitas brigas dignas de jogos toscos de luta. Apesar de ser um lixo deu lucro, a ponto de gerar mais duas séries que também merecem ser esquecidas, a ainda uma série spin-off de personagens inéditos que eram uma mistureba louca de Marvel e DC (Amálgama).
  • Marvel vs Capcom 2: Todos os jogos da franquia são toscos, mas esse é o pior pois mistura personagens famosos (Megaman, Wolverine) com anônimos (Amingo, Marrow).
  • Batman e o Máskara: Pensando bem todos os crossovers do Máskara merecem ser esquecidos.
  • Crossovers do Superman: Todos merecem ser esquecidos, inclusive aquele com o Capitão Cenoura (OMG).

Referências[editar]

  1. É Pegadinha Do Mallandro! Aieie! Taut! MERA Verdade.
  2. Se você é fã de Monteiro Lobato foda-se, isso é um site de humor.
Poop.png ESTE ARTIGO É UM ESBOÇO Poop.png
E é muito pequeno. Vamos lá, cara! Clique aqui para editar.