Brendan Fraser

Origem: Malucopédia, a enciclopédia insana
Ir para: navegação, pesquisa
Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Brendan Fraser.

Brendan Fraser (n. 3 de dezembro de 1968) é um neandertal nascido nos Estados Unidos que depois virou ator, arqueólogo e radialista.

Brendan Fraser nasceu e viveu em Encino, na Califórnia, junto com sua tribo de neandertais, até que, após um inverno mais rigoroso, ele foi congelado. Ele foi descongelado 30.000 anos depois, e tentou ter uma vida normal nos Estados Unidos, sem muito sucesso.

Então ele se mudou para a África, onde fez amizade com um macaco falante e se tornou o Rei da Floresta, mas apareceu uma loura americana, Ursula Stanhope, ele se apaixonou por ela, e voltou aos Estados Unidos.

Ele tentou trabalhar no ramo do entretenimento, montou uma banda de rock com outros dois losers, Rex e Pip, mas a rádio-rock em que eles tocariam virou uma rádio de música sertaneja. Lembrando de seus instintos neandertais e africanos, Brendan liderou seus amigos a um ataque terrorista contra a rádio, e fez a rádio voltar a tocar rock. Ele virou heroi nacional dos metaleiros.

Porém, quando ele se apaixona perdidamente por Alison Gardner e não é correspondido, ele acaba caíndo na sedução do Deabo, que assume uma forma muito gostosa. Em troca de comer Alison, Brendan deveria vender a alma, mas o Deabo acaba fazendo merda, e Brendan consegue não perder a alma. Mas não come nem o Deabo, nem a Alison.

Com suas experiências com satanismo, Brendan, agora casado com Evelyn Carnahan (finalmente ele comeu uma gostosa!) vai até o Egito, e ressuscita vários demônios, múmias, zumbis e outras criaturas nojentas, mas, com muita cagada, consegue fazer os mortos vivos deixarem de ser vivos e voltarem a ser mortos.

Finalmente, ele se junta a seu sobrinho chato Sean Anderson e viaja até o centro da Terra, onde vivem dinossauros. Ele tira de letra a aventura porque, como viveu entre os neandertais, na Idade da Pedra, ele sabia conviver com os dinossauros e como se livrar deles.

Peraí. Não tinham dinossauros na Idade da Pedra. Tá, foda-se, também não tinham neandertais na América, macacos falantes, rádios que tocam rock, diabas gostosas que compram a alma, múmias que voltam a viver ou ambientes ecológicos estáveis em baixo da Terra. Deixa de ser chato. Tem sim.