Adolf Hitler

Origem: Malucopédia, a enciclopédia insana
Ir para: navegação, pesquisa

Adolf Hitler foi um líder que governou a Alemanha que, "acidentalmente", causou a Segunda Guerra Mundial, quando decidiu invadir alguns países (para os quais ninguém ligava) para matar judeus e comer criancinhas (epa, mas o holocausto não existiu e quem come criancinha são os comunistas).

Também é lembrado por ter sido o pior monstro que já existiu, mesmo sendo amado pelo povo como se fosse o ET Bilu (o que pode ser verdade).

Coisas que Hitler odeia[editar]

  • Judeus
  • Comunistas
  • Negros
  • Polacos
  • Bancos
  • Gays
  • Você
  • Sua mãe
  • O mundo

A guerra[editar]

Quando Hitler quis passar pela Polônia para se conectar à Alemanha Oriental, os ingleses desdentados dentuços e franceses fedorentos perfumados ficaram putos e quiseram ver a cabeça dele cortada na estaca. Foi daí que começou o que seria chamado de 7x1 na Europa.

Mesmo os aliados tendo grande poderio militar, a África, o Canadá e muitas outras coisas, eles acabaram sendo humilhados e todas as suas tropas recuadas por Dunkirk, depois disso era só Hitler matar todo mundo e hastear a foto de Trump na torre Eiffel.

A virada[editar]

Depois de Hitler mandar na Europa, ele decidiu criar um grande inimigo: a União Soviética (ou república dos pinguins com fome), e conseguiu avançar sem grandes problemas e faltava apenas 3 territórios para ganhar o jogo, até que o General Inverno chegou para abalar.

Seu avanço pelo frio ia sem grandes problemas, porém, com a falta de casacos, Hitler via seu exercito cair, isso junto do ataque hentai a Pearl Harbor fazia com que Hitler estivesse em guerra contra a guerra fria inteira.

Os americanos junto aos europeus fizeram um ataque surpresa na França fazendo o alemão austríaco se borrar e desmaiar no chuveiro.

Últimos momentos da bicha[editar]

Depois do chamado dia D (e muito choro), houve uma corrida para ver quem chegava a Berlim, que acabou sendo vencida pelos soviéticos. Nesse momento, Hitler se matou (de acordo com os palpiteiros, ele fugiu para o Brasil).