23 de julho

Origem: Malucopédia, a enciclopédia insana
Ir para: navegação, pesquisa

23 de julho é o ducentésimo-quarto (204°) dia do ano, e um dia de sorte cabalístico, pois faltam 161 dias para acabar o ano, e 161:23 = 7

<< Juliocésar di 2011 >>
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31


Eventos históricos[editar]

60px-Uiquiilogo botante.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: 23 de julho.
Dom Pedro, o papa-velha
  • 1840 - Golpe da Maioridade: Dom Pedro I é coroado rei aos 14 anos e come a Dona Maria Leopoldina, uma mulher 30 anos mais velha que ele. É o primeiro caso de pedofilia registrado em terras brasileiras.
  • 1952 - Nagib Muhammad Hussein, revolucionário islâmico, lidera um golpe de estado e depõe o Rei das Sombras do Egito.
  • 1923 - É fundado no Rio de Janeiro um time de futebol patrocinado por um refrigerante de tubaína: o River Futebol Clube.

Feriados[editar]

  • Dia do vigilante rodoviário (de noite ou de dia..)

Nascimentos[editar]

  • 1339 - Luís I, rei pancada que pensava ser um anjo.
  • 1865 - Carlos Luís vão Grashoffe, místico, ocultista e satanista alemão.
  • 1857 - Carlos Meubofe, alemão da língua grande.
  • 1880 - Antônio Rouco, pintor da garganta ruim.
  • 1892 - Ranjaí Uma comida, imperador faminto da Etiópia.
  • 1911 - Amdeus Ligeiro Gonzales Ferreira, rato de corrida.
  • 1947 - Torrent Palmer, inventor do BitTorrent.
  • 1969 - Marcos Bode, futebolista e chifrudo.
  • 1972 - O irmão mais novo do Michael Kyle.
  • 1978 - Sheila Mello, gostosa de se acabar em punhetas.
  • 1979 - Siri do BBB, outra gostosa de se acabar em punhetas.
  • 1987 - Felipe Dylon, um surfistinha calhorda metido a cantor.
  • 1989 - Harry Potter.

Falecimentos[editar]

  • 1757 - Domenico Escarlate, ator pornô do pau vermelho.
  • 1862 - José María Bocanegra, bruxo que proferia maldições no México.
  • 1932 - O pai da aviação e inventor do relógio de pulso. Quem? Santos Dumont, claro.
  • 1966 - Montgomery Burns, podre de rico.
  • 2004 - Carlos Muros, músico impenetrável.
  • 2011 - Amy Winehouse, a dorgada que só se metia em escândalos e processos.