22 de abril

Origem: Malucopédia, a enciclopédia insana
(Redirecionado de 22 de Abril)
Ir para: navegação, pesquisa

22 de abril é centésimo décimo segundo (112°) dia do ano e um dia de probabilidades matemáticas elevadas à quarta potência de se ter um dia de sorte pois 7 x 24=112 se o 7 for seu número de sorte, senão vá se lascar.

<< Abriucu di 2013 >>
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30


 

Eventos históricos[editar]

60px-Uiquiilogo botante.gif
Para os idiotas entre nós que escolhem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: 22 de abril.
Madame Satã
  • 1056 - Caranguejos alienígenas organizam um nebuloso ataque às praias de Lisboa e detonam uma bomba nuclear com o poder de destruição de uma Supernova, pulverizando o nosso planeta. Para nossa sorte Rip Hunter e o Gladiador Dourado voltaram ao passado a tempo de impedir o plano malévolo e cozinhar os caranguejos, salvando o mundo sem que ninguém soubesse - até hoje.
  • 1418 - Cismada com as escapadelas noturnas de seu marido, a rainha Constança da Espanha convoca um concílio entre cardeais e bispos católicos para liberar o divórcio, pois a bruaca já estava de saco cheio daquele marido inútil. Caso os religiosos dissessem "não" seriam todos decapitados.
  • 1500 - Depois de uma maracutaia com o ancestral de Antônio Carlos Magalhães os portugueses reescreveram a história do descobrimento do Brasil e apagaram o nome de Duarte Pacheco Pereira, o homem que descobriu o país ao desembarcar no Pará em 1498 e fixou residência depois de experimentar o espantoso sabor do Açaí, e alegaram que Pedro Álvares Cabral (que chegou ao Brasil dois anos depois, aportando na Bahia) foi quem descobriu aquele país.
  • 1769 - A imensamente obesa Madame do Barril tornou-se a puta oficial do rei Luís XV da França.

Feriados[editar]

  • Dia da Terra, um feriado não-oficial celebrado por hippies em todo o mundo.

Nascimentos[editar]

  • 1766 - Madame Satã, escritora e viúva negra francesa
  • 1854 - Henri la Fontaine, o cara das fábulas
  • 1904 - Yehudi Menuhin, violinista e maestro de nacionalidades estado-unidense, britânico, japonês, árabe, angolano, indiano, russo, argentino e suíço
  • 1970 - Mano Brown, rapper que se vendeu ao sistema e ficou rico pra caralho
  • 1980 - Uma gostosa do Faustão que nem merece ser citada por nome

E mais 40 futebolistas

Falecimentos[editar]

Santo do dia[editar]

  • São Toro